Bordando Ponto Cruz - Coletivo Meio Fio

Dia destes ganhei uma plaquinha de mdf furada, com o desenho de um útero. Ela faz parte das oficinas do Coletivo Meio Fio (já falei delas aqui), e fiquei muito motivada para fazer o ponto cruz.

Eu já tinha feito alguma coisa com esse tipo de bordado - difícil achar uma técnica em que eu ainda não tenha experimentado - mas quis me dar uma meta maior: fazer o tal do avesso perfeito! E é claro que ninguém é obrigado a nada, inclusive nem acho que isso seja tão relevante, mas a oportunidade era boa.

Plaquinha pronta e muito linda!

Como a plaquinha é rígida, você pode desmanchar várias vezes e ela se mantém intacta. Foi um processo bem divertido para mim, inclusive busquei na memória a oficina que fiz em 2016, com bordadeiras de Sergipe (falei do evento aqui), onde o tecido não era furado, e o avesso ficava perfeito. Foi uma aula incrível - e eu ainda não terminei - aprendi demais com a Socorro.

E o avesso, eu gostei bastante. Claro que ainda é preciso 
aprender a dar nós e trocar de cor.

Se ficou perfeito mesmo? Bom, não ficou muito, mas eu gostei demais do resultado, e a partir de um momento eu nem precisava mais olhar atrás para ver seu estava "passando a linha" pelo furo certo. Imagino que nos próximos eu terei mais sucesso, hahaha.

Parte do processo, e detalhe para a inicial da cor a ser usada, assim facilita muito o bordado.

Direito com o fio barroco.

Avesso em andamento. Faltou a foto da placa sem bordado, 
mas a ansiedade foi maior.

Agora se na sua cidade não tem oficinas do Meio Fio, ou você consegue comprar os kits das meninas, pode pegar uma placa de madeira e fazer os próprios furos com a ajuda de uma furadeira, ou até mesmo comprar aquelas placas de Eucatex furada, é bem fácil de encontrar.

Comentários

Postagens mais visitadas