Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2021

Colares e Brincos - Invista em Acessórios de Crochê

 Acessórios de crochê são peças tão fáceis de fazer e dão um ar novo ao look. Estes dias fiz uma organização nos meus e nem imaginava que tinha tantos. Fiz um post sobre este colar e as roupas que usei com ele, para ler é só clicar  aqui . São colares, brincos e pulseiras coloridas, com tramas, texturas e cores; e somente um deles foi presente, o restante todos foram feitos por mim e com receitas gratuitas. Tem brinco da Marie Castro e Sândalo e Cedro; os colares são da Dani Lopes,  Lu Gastal, tem até um que criei. Cheguei a fazer uma série de fotos com roupas diferentes e o mesmo colar, só para mostrar como essa peça muda tudo na roupa. Muitos deles já mostrei em outros posts, tem as designers marcadas, é só pesquisar por colar ou entrar aqui . Este é o colar que eu criei. Usei um tutorial de alça de bolsa e prendi com fecho de imã. O fio é um cordão sintético, acho que é São Francisco o nome. Gosto muito de usar peças artesanais. Acho que dão personalidade ao look, você investe em

Receita Afetiva #4 - Paçoca

Tem sido muito gostoso entrar em contato com as pessoas e solicitar as receitas culinárias das quais elas tem alguma lembrança, e que são tradicionais em suas famílias. Imagem Freepik Essa semana a receita afetiva é da dona Elizabeth Kalil, a querida avó da Joana Kalil. Conheci a Joana através do crochê pelo instagram e desde então trocamos muito pelos posts, directs e até live fizemos. Minha família é baiana, assim com a dela, e por isso essa receita tem um grande valor afetivo para mim também, apesar de nunca ter provado. Caderninho para anotar em mãos: Paçoca  - Banana da terra madura;  - Coco seco e ralado no ralo; Modo de Fazer Cozinhe a banana, amasse com o garfo, com ela ainda quente, acrescente o coco ralado e misture. Faça uma bolinha, geralmente uma meia esfera e jogue coco ralado por cima. Pronto, é só comer! Não se esqueça de compartilhar comigo se fizer. E se você quiser compartilhar conosco alguma receita culinária tradicional na sua família, é só me mandar e-mail, ficare

Tijolinho Aparente - Como Eu Faço

Parede de tijolos aparentes é um hit na decoração, e não é de hoje. Sua casa tem paredes de tijolinho de barro? Ah, por favor, não as deixe escondidas. Essa maravilha precisa ficar exposta. O projeto de arquitetura e interiores devem envolver muitos fatores, como por exemplo o contexto em que a casa foi construída. Antes de fazer a reforma, talvez você nem tenha pensado em ter uma parede de tijolos aparentes, mas conforme a obra foi acontecendo e você descobriu que elas existiam, então neste caso vale a pena repensar a proposta. Reboco da parede do quarto sendo retirado. Na reforma que estou fazendo descobri os tijolos quando fui retirar o armário de espelho do banheiro, e isso fez toda a diferença no projeto. A ideia não é deixar aparente na casa inteira, afinal é um processo trabalhoso retirar todo o reboco e em alguns locais não é possível ficar sem revestimento. Como precisei retirar os azulejos da meia parede da cozinha (estavam soltando com facilidade), escolhi duas para ficar co

O Que Andei Tecendo - Manta Tiffy

Desde sempre ouvia minha mãe falar que os fios tinham que ter a mesma "partida" para fazer uma peça. Ou seja, devem ser do mesmo lote e por isso você precisa comprar a quantidade necessária de uma vez. Quando comecei a manta Tiffy , projeto do  C lanclube , fiz a amostra e segui as orientações para adquirir a quantidade correta.  Mas...acabei me empolgando e o quadrado saiu maior, em vez de 30x30cm ficou com 33x33cm. No montande de 20 quadrados, isso é relevante. Crochê tunisiano tem sido uma grande aventura; desmanchei várias vezes até entender os pontos e estou gostando muito desse novo aprendizado. E não percebi, fui tecendo e quando cheguei no último ponto me dei conta que só testava um novelo. E não seria suficiente.  E agora? 1a opção: desmanchar um quadrado de cada ponto e ficar com quatro, ou... ...tentar comprar o novelo e dar sorte de ser do mesmo lote. Comparando os lotes do novelo que estava terminando e o novo. E assim foi. Comprei no mesmo lugar, on line e sem s

Receita Afetiva #3 - Bolo Formigueiro

 Antes tarde do que nunca! A receita afetiva desta semana é o bolo formigueiro muito tradicional na família da Kátia Linden. Era o bolo feito pela mãe e tia dela para as festas das crianças. Depois de adulta, a Kátia adaptou e fez os seus famosos cupcakes tendo essa receita como base. Anota aí: Imagem Pixabay Bolo Formigueiro - Família da Kátia Linden Ingredientes bolo: 1 1/2 de margarina (150g); 2 copos de açúcar (360g); 2 copos de farinha de trigo (240g); 1 copo de leite (240ml); 4 ovos (gemas e claras separadas); 100g de coco ralado; 100g de chocolate granulado; 1 colher sopa de fermento em pó. Ingredientes glacê: 1 ovo; 2 colheres de sopa de margarina; 2 colheres de sopa de chocolate em pó; 2 colheres de sopa de açúcar. Modo de Preparo: Bata as claras em neve, reserve. Bata as gemas, o açúcar e a margarina, junte os demais ingredientes, inclusive as claras em neve. Acrescente o coco e o chocolate, coloque numa forma untada e enfarinhada. Leve ao forno pré aquecido.  Para o glacê:

DIY - Luva Térmica de Crochê

 Ano passado tive a ideia de fazer uma luva térmica, aquela que usamos para tirar as formas do forno ainda quente, com as sobras de fio de malha que ainda tinha. Um dos principais motivos para fazer a luva, foi essa caneca de aço inox que tenho em casa, ela esquenta muito na alça, e sempre preciso de uma para retirar do fogo. Tentei em tricô e achei que seria bem mais complexo, nem todo mundo sabe trabalhar com laço mágico, ou as cinco agulhas. Por isso desmanchei e optei pelo crochê, pois mesmo sendo iniciante, é um projeto relativamente simples. Escolha fios de malha mais finos e maleáveis, aqueles mais "secos" não ficam bons. Todas as medidas estão em centímetros. Não contei pontos, pois como cada fio tem uma espessura (usei os resíduos da indústria), achei que seria mais fácil para tecer. Luva Térmica em Crochê 1) Comece fazendo 26 cm de  correntinhas e feche num  círculo; 2) Trabalhe de forma circular  14 cm de altura de Meio Ponto  Alto (MPA);   3) Faça MPA por 10cm, 3c

O Que Andei Crochetando - Meias

Esfriou por aí? Aqui em São Paulo tem feito manhãs bem frias, aos poucos o dia vai esquentando e mais pro fim da tarde esfria de novo. E já pensando no inverno que logo mais chega, comecei a providenciar meu kit sobrevivência, que inclui meias de crochê e uma blusa de tricô. Cházinho sempre, bolsa de água quente para a cólica e o crochê. Ano passado fiz duas  meias de tricô , foram minhas primeiras e ainda usei as cinco agulhas, foi um grande aprendizado. Recentemente a  Camila Brito  postou um vídeo ensinando a fazer meias de crochê, e fiquei animada para experimentar.     Tinha pouco fio disponível, mas mesmo assim comecei a fazer. Sabia que seria difícil encontrar a mesma cor, então comecei os dois pés ao mesmo tempo, e fui pensando como colocaria a segunda cor na composição. Sempre tem um caderninho de anotações por perto e pelo menos dois projetos em andamento:  aqui a meia e a manta Tiffy. O tutorial está  aqui , e é bem tranquilo de fazer. Usei os restinhos de fio azul que tinha

Receita Afetiva #2 - Moqueca Capixaba

Vamos dar continuidade as receitas afetivas? Desta vez é uma moqueca capixaba, receita de família, que a querida Claudia Broetto compartilhou conosco. Ah, e tem explicação e tudo. Eu ainda não fiz, mas quero testar em breve. Foto da própria Claudia, humm parece uma delícia. RECEITA DE MOQUECA CAPIXABA DA FAMÍLIA BROETTO ROSSETTI A moqueca capixaba e a panela de barro são patrimônios imateriais do Espírito Santo. É um prato de origem indígena e a diferença entre a moqueca capixaba e a baiana é que não se usa nem azeite de dendê nem leite de coco, resultando num prato mais leve. Ingredientes: 1 kg de peixe em postas de 2 cm (badejo, robalo, budijão, peroá, cação ou qualquer outro firme e sem espinhas demais) 2 tomates bem maduros picados em cubos pequenos 1 cebola picada em cubos pequenos 1 dente de alho picado 1 colher de chá de colorau (pó de urucum) 1 xícara de cheiro verde picado (salsa, coentro e cebolinha em partes iguais) 4 colheres de sopa de azeite Sal a gosto Pimenta a gosto Mo