Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2019

Fazendo Cobogós

Aqui levamos a sério o tal do "faça você mesmo". Estou reformando uma casa com as minhas próprias mãos, ou melhor a seis mãos, inclui nesta lista o namorado e o sogro. E tem sido muito divertido, e desafiador também. Este foi feito pelo sogro, ele usou cano de pvc e umas peças metálicas  retangulares, ou seja, sendo criativo dá para usar o que tem em casa. Para quem gosta de fazer as coisas, ter um espaço para reformar é maravilhoso. A primeira vez que entrei na casa já imaginei o quanto de experimentos eu poderia fazer nela. E tem sido assim, bem aos poucos mas fazendo, o que é mais importante. E hoje estou aqui para compartilhar a nossa mais nova aventura. Fazer o cobogós. Gosto dessa peça, sempre gostei e queria muito fazer uma parede inteira delas. Mas o custo não é muito atrativo, e quando esbarramos neste ponto, tentamos resolver fazendo nós mesmos. Este foi um dos inúmeros testes feitos, a peça é pequena  justamente para não haver desperdício. Não v

Dia Do Amigurumi

Hoje, dia 25 de abril foi decretado Dia Internacional do Amigurumi. E por quem? A Bia da Two Bee e a Marcia Scarpelli tiveram a ideia de criar um dia para nós, que amamos amigurumis. E por que dia 25? Foi uma escolha aleatória, e eu adorei a ideia, o dia, e da movimentação que foi criada diante dele. Muitos crocheteiros ofereceram descontos, receitas grátis para comemorarmos este dia. Basta seguir as #diadoamigurumi e #amigurumiday para saber de tudo que está acontecendo. Em São Paulo haverá um encontro presencial (dia 01/05 com local a definir), com direito a sorteios - e a Arthé Store vai participar com necessaires exclusivas em comemoração a este grande dia.  Ainda não estão costuradas, mas já tem estampa e bordado lindo feito pela Mamis. O melhor de tudo é que a adesão tem sido internacional. Muitos artesãos no mundo todo estão contribuindo para que este dia seja especial e o primeiro de muitos. Então não perde tempo, segue as hashtags, os perfis da Twobee e da

Você Sabe o Que É Blocar?

Recentemente lancei um produto novo na loja, uma "ferramenta" para blocagem e em todas as vezes que fiz uma postagem falando sobre isso, sempre aparecia alguém que não sabia do que se tratava. Eu mesma só fiquei sabendo que esse procedimento existe há alguns anos e inclusive os mais antigos nem sabiam o que era. Mas chega de suspense! MDF que foi retirado da caçamba, tem revestimento em laminado melamínico e  ficou perfeito para a nossa ferramenta.  Os palitinhos são de bambu e esculpidos por mim. Blocar o crochê ou o tricô, nada mais é do que após tecer a peça, você colocá-la numa superfície plana, e esticar os lados para dar o formato correto. Por exemplo, os tão famosos quadradinhos da vovò. Sim, eles são as peças mais comuns de serem blocadas, pelo menos aqui no Brasil. Esses quadradinhos estão sendo feitos pela Mamis, queremos  ajudar os coletivos que doam as mantas aos idosos. Conforme a peça vai sendo tecida é natural que haja alguma deformidade, uma

Ernesto Neto na Pinacoteca

A dica de exposição de hoje é muito interativa e está em cartaz na Pinacoteca em São Paulo. Ernesto Neto: Sopro é uma retrospectiva do artista, são obras de 1980 quando ele começou até os dias atuais. Que instalação maravilhosa! Cores, texturas, sons! Imperdível. E como poder tocar, sentir e interagir com as obras faz diferença, não é mesmo? Ele utiliza materiais simples, como meias calças, isopor, e muito crochê. Sim, adoro instalações tecidas em crochê, são resistentes e muito bonitas. Tanto adultos quanto crianças podem participar. E como foi incrível assistir as senhoras mais idosas andando dentro do túnel de meia. Estavam mais animadas que os adolescentes. A única regra é tirar os sapatos, colocar um protetor de pé e se divertir.      Muito crochê com fio de malha, transparências, luzes e sombras... Meia fina ou em termos técnicos, poliamida. Essa instalação tem um força incrível, apesar de toda leveza do material. Mais de perto!    

O Que Você Assisti Enquanto Tece?

Em que horas do dia você tece? No meu lazer, eu crocheto e/ou tricoto somente a noite, mas quando recebo uma encomenda faço durante o dia, pois é no meu horário de trabalho. E muitas vezes eu gosto de tecer vendo vídeos no youtube, lives no instagram ou ouvindo música, pois não exigem muito da minha atenção. Mas tem muita gente que gosta de fazer algo manual assistindo a séries. Lançamento loja, necessaire GOT . Edição limitada para as  crocheteiras aficionadas em séries. Sempre fui avessa às séries. Acredito que por trabalhar fora o dia todo e a noite fazia dança - foram mais de 15 anos nessa rotina - pouco me interessava esse conteúdo. E mesmo depois que comecei a trabalhar em casa, usava meu horário livre para assistir outro conteúdo. Mas em 2017 passei por um período de tratamento, do qual era necessário o repouso. Como eu ficava o dia todo costurando, crochetando, tricotando...a noite não tinha mais vontade de fazer isso e então decidi assistir uma série. Comecei com uma

O Que Andei Costurando...Regatas

Vamos compartilhar algumas costurices? Apesar de costurar muito, tenho feito poucas roupas, estou selecionando melhor as peças que pretendo costurar para não entulhar demais meu armário. Umas da primeiras blusas que fiz, estragou o zíper. Como é nas costas, pode ser que eu acabei puxando demais, errado e as coisas tem vida útil mesmo. Decidi que trocaria o zíper, pois o tecido é um africano muito lindo . E na empolgação, decidi cortar mais algumas regatas, mas sem zíper...usando a adaptação que a Pat Cardoso ensinou no canal dela do youtube (já falei sobre isso aqui ). Tenho alguns tecidos guardados com a intenção de fazer roupas. E quando vem essa onda de motivação, eu aproveito para cortar vários. Cortar é uma das etapas que menos gosto.     Adoro esse modelo sem zíper e botões. O viés de linho e os apliques  deram uma cara única para a peça.  Ainda não costurei todas! Mas tem uma que ficou pronta a bastante tempo, usei um tecido que ganhei da querida Camila ( @camila_

Mulheres Empreendedoras - Evento do Elo7

No mês de março acontecem muitos eventos relacionados as mulheres, e como venho buscando atualmente melhorar meu negócio, decidi me inscrever para as palestras do Elo7, e foi muito proveitoso.     Espaço gostoso do bazar, com direito a cafezinho. A sempre querida Débora Alves . O nome do evento já dizia tudo: Mulheres Fora de Série 2019, Empreendedorismo Feminino e Novas Realidades. Aconteceu no Unibes Cultural e teve início às 9h00 com término às 19h00. Nunca havia assistido tantas palestras seguidas, e foi realmente muito bom o evento. Entre as convidadas eu só conhecia a Débora Alves e a Marie Castro, ambas queridas do crochê e a Mari Salles do Love Accounting. O que foi ótimo, pois tive o grande prazer de conhecer outras grandes mulheres, com trabalhos diferentes e muito inspiradoras.     A Ju querida e a Isadora Ribeiro que acabei de conhecer. Logo na chegada encontrei a Ju, do Ateliê Juju e Gigi, uma amiga que fiz durante uma das oficinas da Lugastal. É s