Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Filtro dos Sonhos...

Sempre visitei Feiras de Artesanato. As bijus feitas com sementes e trançadas à mão por verdadeiros artesãos sempre foram as minhas favoritas. Mas um objeto me chamava a atenção, apesar de pouco conhecimento dele. Era um aro trançado, semelhante a teia de aranha, o nome: Filtro dos Sonhos. Mas nunca me aprofundei para saber o real significado. E é muito interessante. Um dia chegou a mim um tutorial, fiquei curiosa, pensei em fazer, mas precisava de alguns itens que não tinha em casa. Deixei de lado. Poucos dias depois, me apareceu novamente outro post ensinando a fazê-lo , eram as queridas Thalita ( Casa de Colorir ) e Zizi ( Das Coisinhas ). Desta vez os materiais eram mais simples (argola de plástico, fita de cetim, cordão encerado...) então decidi tentar. O traçado é mais simples do que parece e o resultado impressionante; gostei bastante e decidi compartilhar com vocês. Quem se anima? Existem vários sites, mas vou indicar este para quem quiser conhecer melhor a origem

A Máquina dos Sonhos...

Cresci numa casa onde se costurava. Herança da minha avó materna, que fazia as roupas dos próprios filhos. Quase todas as filhas (que não são poucas, por volta de 7) adquiriram o mesmo hábito e fizeram dele uma profissão. Mas minha mãe não. É professora, mas mesmo tendo uma profissão acabou fazendo cursos de corte e costura, comprou uma máquina, e cresci assim, neste ambiente, vendo minha mãe fazer algumas saias, cortinas, barras de calça... Na mesma casa, minha tia fazia tricô na máquina. As blusas de lã ficavam lindas com as diversas cartelas de bordado. Mas também tinha uma máquina de costura, daquelas antigas, onde só existe o ponto reto. O tempo passou, as coisas mudaram. Minha tia não morava mais conosco. Minha mãe aposentada ainda fazia suas peças de costura. O tricô a mão e o crochê também faziam parte de seus dotes. Além da pintura. Ah, este sim, este eu adquiri. Desde muito cedo minha felicidade era um pedaço de papel e uma caixa de lápis de cor. E por gostar tanto do m

Mega Artesanal, porque visitar!

Ainda dá tempo de visitar a Mega Artesanal. Amanhã é o último dia. E pq visitar? Muitas pessoas tem me perguntado isso nos últimos dias. Acredito que seja a maior feira do ramo, nunca vi nada igual. São caravanas de todos os cantos do país, gente que curte artesanato e só por isso já vale. Apesar das grandes filas (entrada, wc, comida, stands..) já que tudo é Mega mesmo, é o lugar para trocar informações, conhecer os fornecedores que muitas vezes só temos acesso virtualmente. "Ver com as mãos" rs os produtos que ficam expostos nas páginas das lojinhas virtuais... Essa é a hora, de ver a qualidade da costura, o carinho que foi dedicado em cada peça, a atenção dada para esclarecer as dúvidas. Existem muitas razões, comprar os acessórios/materiais todos num mesmo lugar, observar tudo que cada segmento tem feito de novidade (patchwork, bordado, pintura, bolsas, sabonetes...) mesmo que eles não sejam "a sua praia", pq o legal é isso mesmo, ter contato com o difer

O que está rolando na Casa Cor 2013...

Neste fim de semana fui visitar a Casa Cor e encontrei muita cor , luz e criatividade nos ambientes. O faça você mesmo também teve seu espaço, bem sútil eu diria, mas teve. Separei algumas fotos que retratam bem esse momento vivido pela arquitetura e decoração. Luminária pendente com borboletas. Resume-se numa simples lâmpada, com borboletas fixadas nela e suspensa por um cabo. Tenho visto muitas coisas similares pelos blogs afora. Esta aqui achei bem legal. São garrafinhas presas pela tampa, formando um círculo vazado no meio. No centro temos a  mesma ideia da anterior, um pendente, mas desta vez com uma luminária.  Luminária de piso com vários globos iluminados e outros não, mas com cores fortes que dão um charme a qualquer cantinho da sua casa. Ao fundo uma parede viva. São plantas naturais em vasos embutidos em armários, estantes e até mesmo paredes. Dá um ar bem natural e elegante aos ambientes. Vi muito por lá. As crianças também foram lembrad