Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Outubro, 2018

Manta de Quadradinhos

Olá, E mais uma vez vou falar aqui sobre a manta de quadradinhos da Vovó. Quando soube da manta do tempo já achei a ideia fantástica, mas recentemente soube de outra, tão maravilhosa quanto e vim compartilhar com vocês. Durante a Mega Artesanal encontrei várias crocheteiras do Brasil todo. Aquelas pessoas que acompanhamos pelas redes sociais estavam por todos os lados, parecia que eu estava dentro do meu instagram! Hehehe. Foi muito divertido. Fui fazendo o quadradinho sem receita, a única exigência era ter 20x20cm E neste período, a Flávia - já falei dela  aqui - hospedou e recebeu muitas dessas pessoas na sua própria casa. E para guardar esse momento, ela teve a ideia de pedir para cada uma das meninas, fazer um quadradinho de 20x20 cm, para que no final ela pudesse unir e ter uma manta de recordação. Todas teriam o mesmo fio, doação da Flávia, mas poderia ser de qualquer modelo. Olha que ideia mais maravilhosa! Durante o curso da Mari na Zôdio eu fiquei sabendo diss

Abrindo Portas

Olá, Desde que iniciei no mundo da costura, conheci muitas pessoas legais que se tornaram minhas amigas. E a cada ano me surpreendo com o tanto de gente bacana que tenho conhecido. E foi assim com a Flávia Duprat. Não me lembro ao certo, mas acho que nos conhecemos no bazar de natal que fiz ano passado. Foi onde eu soube que ela também vendia as bases de mdf para crochê (logo as bases voltaram, teremos novidades!). A Tia da Tutu - nome da marca, tem etiquetas, fios de malha, e os forros prontos para bolsa de crochê, ou seja, ela é uma super empreendedora. Não podia faltar a self em meio ao caos da inauguração. Recentemente soube que a Flavia estava preparando um espaço de cursos, que iria muito além do crochê. Ela me convidou para ser parceira e oferecer minhas bolsas/sacolas lá na Casa dos Saberes , o seu espaço de aulas em São Paulo. No fim de semana seria a inauguração da casa, com aulas da Trapillaria e da Boho Art Crochê. Marquei com ela na quinta e a casa estava na r

Meu Primeiro Casaco de Crochê

Olá, Mais uma semana começando e o fim do ano já está batendo a porta. Estou finalizando os projetos de crochê e tricô que tenho começado e pensando nos projetos de natal.       De manhã cedo tem um ventinho frio, apesar do sol eu não estava com calor. O colar é projeto da Débora Alves, feito por mim com o fio Hooked. Semana passada finalizei meu casado de crochê. Foi minha primeira peça de roupa, e fiz sem seguir receitas, usei o que aprendi no curso de modelagem que fiz com a Marie Castro . O corpo até que foi tranquilo, mas as mangas desmanchei algumas vezes e no final ficou como eu esperava. Ele ficou bem confortável. Gostei muito da gola e dos botões forrados. Pensei em fazer um capuz, mas a gola ficou tão legal do jeito que ficou que achei desnecessário acrescentar mais alguma coisa. Sobrou metade de um novelo, que dei para minha mãe fazer uma gola, assim eu não acumulo restos de fios. Para os botões, eu usei um kit para forrar que comprei na Daiso. Não precisa d

Aprenda Algo Novo Todos os Dias

Olá, E não é que voltei para fazer mais uma aula com a querida Sheila? Já comentei neste post aqui sobre a primeira e como foi bom conhecer melhor a Vila Itororó , e o espaço de vivência deles. Escolhi a meia de coração para minha segunda aula. Muitas vezes reclamamos que não temos dinheiro para fazer cursos, viajar, mas com um pouco de pesquisa a gente consegue sim fazer algumas atividades com baixo custo ou até mesmo gratuitas - lembrando que nada é grátis, tudo é fruto de impostos que pagamos.  Nestas aulas as peças são feitas com meias infantis e restos de meias que  foram usadas em outros cursos. Tudo muito bem reaproveitado. A cidade de São Paulo está cheia dessas atividades, basta procurar! O que eu recebo de mensagem de pessoas me pedindo para avisá-las quando eu souber de alguma, mas é bem difícil eu fazer isso individualmente. Então fiquem atentos as minhas redes sociais, eu sempre dou dicas por lá, e inclusive aqui no blog tem uma aba cursos com vários

Dia do Professor e Aula Particular

Olá, Hoje, dia dos professores decidi fazer um post sobre aulas. Recebo muitos comentários nas minhas redes sociais perguntando sobre aulas/cursos. Cheguei a lançar no início do ano um curso de cesto em fio de malha, mas acabou não dando certo. Além de estar trabalhando muito, tive que acompanhar minha mãe que estava com problemas de saúde. Aprendendo o anel mágico e fazendo os primeiros pontos. Mas tudo tem seu tempo. E semana passada dei aula de crochê do zero para duas queridas. A Fê minha amiga de adolescência estava muito a fim de aprender a fazer crochê, e trouxe uma amiga para juntas fazerem uma aula comigo. Quase um porta copos. Nessa etapa elas estavam fazendo  a tampa do cesto nut. Foi uma tarde muito gostosa, e as meninas mandaram bem na sua primeira peça. Vamos marcar uma segunda para tirar dúvidas e finalizar o cesto. Para quem é iniciante acho importante fazer pelo menos duas aulas, já que tem todo o processo de aprender a segurar a agulha, dar a tensão

Outubro Rosa e o Crochê

Olá, Entramos em outubro e este ano decidi me engajar nessa campanha de conscientização do câncer de mama. Sabe aquela frase: - a gente nunca acha que vai acontecer conosco. Pois é, ano passado levei um susto! 2017 foi um ao diferente na minha vida. Ainda não me sinto preparada para falar sobre isso, mas passei por um período de muitas transformações. Foi onde busquei me conhecer melhor e entender muitas coisas que antes eu nunca havia cogitado. E em meio a tudo isso, fazendo meus exames de rotina, descobri uma alteração na minha mamografia. Levei um susto! Minha tia paterna faleceu há muitos anos, em decorrência de um câncer que começou na mama e foi se espalhando pelo corpo. E desde sempre faço meus exames regularmente. Passei com um especialista e fiz uma bateria de exames, inclusive uma biopsia. E ainda bem que não era nada grave. Mas foi ótimo ter feito os exames, aliás é por isso que se chama exame preventivo. Para prevenir! Muitas vezes conversando com amigas e parentes,

Você Conhece a Vila Itororó Canteiro Aberto?

Olá, Lembram da aula que fiz com a Sheila na Vila Itororó ? Então, fiquei com vontade de conhecer melhor o espaço e visitar o canteiro de obras. Voltei na semana passada, fiz mais uma aula com ela (depois vou fazer um post com os bichos de meia que criei) e fui conhecer melhor esse projeto. Vista de cima do palácio principal e as escadarias.  A Vila Itororó é formada por 35 habitações que foram construídas entre 1920 e 1930 aqui em São Paulo, numa região conhecida como "Itororó". Antiga propriedade rural, a região que abriga a vila pertencia a Francisco de Castro, filho de portugueses. Para a construção das habitações, ele aproveitou objetos de demolição de um antigo teatro, e elementos construtivos e decorativos diferentes dos encontrados na cidade, e por isso que o conjunto como um todo, chama muito a atenção.               O palácio principal ainda sem reforma, e no detalhe as alterações feitas pelos antigos moradores. O estado do edifício é terrível, por i

O Que Andei Costurando... Pantacourt

Olá, Quem estava com saudade de um post sobre costurices? Os meses mais frios já se foram e acho que agora vou ter vontade de costurar mais. Na verdade costuro praticamente todos os dias, como vocês sabem estou com uma linha muito legal de bolsa, sacolas e necessaires para as crocheteiras/tricoteiras. E devido ao sucesso das peças - gratidão - costuro muito, mas fazia tempo que não saia uma roupa por aqui. Montei um look rapidinho e super confortável. O top godê aprendi numa aula com  a Pat Cardoso (uma das minhas primeiras profas de costura) e a modelagem  da pantacourt  desenvolvi com a Fran , mais uma profa querida. Comentei no meu ig estes dias que recebo de vez em quando alguns tecidos da minha tia. São tecidos antigos, que ela tem guardado - ela me disse - e de tempos em tempos ela trás alguns para mim. Dá última vez foram 4 cortes, entre eles uns bem pequenos, que dariam para fazer uma blusa ou uma saia.           Achei que ficaria bem largona, mas não. Ficou

Aula Com a Sheila na Vila Itororó

Olá, Semana passada tive o prazer de conhecer um projeto muito bacana e ainda fiz uma aula com a Sheila Abreu, a pessoa responsável pelos macacos de meia, mais conhecidos como Sheilos. A aula acontece todas as quintas até novembro num galpão, denominado Vila Itororó. E as atividades  vão muito além, basta dar uma olhada na programação no site . Neste dia eu apenas visitei o galpão, mas já estou me programando para visitar as construções que estão sendo restauradas, e farei um post completo contando tudo sobre esse espaço incrível em São Paulo. No galpão aconteciam várias atividades ao mesmo tempo, é tudo gratuito (não gosto muito de usar essa palavra, porque na verdade é fruto dos impostos que pagamos), basta chegar e se inscrever na hora mesmo. Tecidos estampados manualmente, exposições de objetos criados pelos frequentadores, palestras, gostei de ver as pessoas buscando por conhecimento, independente da classe social. A Sheila querida nos preparativos da aul