Minha Primeira Blusa Com Lã Natural

Desde que comecei a tricotar roupas, usei fios sintéticos que imitam lã e o 100% algodão. Nos nossos encontrinhos de tricô eu via as meninas com fios gringos, de lã natural, que apesar de lindos, ainda me deixavam receosa. A lã parece mais áspera...que pinica no corpo. E os sintéticos são tão fofinhos. Por isso nunca havia me aventurado a usá-los.

   
Fotos com a blusa nova. Usei os conhecimentos de topdown do curso da Nat Petry. 
O ponto trabalhado eu aprendi no curso com a Cris Bertolucci. Gostei muito do resultado.

No nosso amigo secreto eu ganhei dois novelos lindos, da querida Paula Pereira (uma super designer de receitas de tricô, ela é top demais e sai em muitas revistas gringas), e decidi que faria as frentes de um colete, e usaria um tecido nas costas, afinal não tinha fio suficiente.

    
Presente que ganhei da Paula e me incentivaram a fazer a blusa. Tricotando a fase 
final da blusa, já com os fios da Fazenda.

Os novelos eram japoneses, de lã natural, 100% lã de ovelhas...e muito, mas muito lindo mesmo. Cada novelo era de uma cor, aliás de mistura de cores. Um era tem tons de marrom, e o outro mistura azul, rosa, verde, cinza...bem divertido. Se eu fosse fazer o colete, cada lado ficaria de uma cor e então optei em fazer uma topdown, onde a frente, costas e mangas são tecidas ao mesmo mesmo, ideal para estes fios em degradê.

      
Fiz as mangas um pouco mais folgadas, ao invés da barra mais justa, 
já que vou usar com uma blusa por baixo. 

Para completar os novelos, comprei os fios da fazenda, produzidos no Rio Grande do Sul, são 100% lã e tingidos naturalmente. Escolhi o cinza, o tom ficou diferente, mas como a peça é toda colorida não destoou do resto. Optei por fazer as mangas curtas, quero usar a blusa como um colete, com uma blusa de malha por baixo.

Ficou muito linda! Como fez diferença usar fios naturais...eles tem vida, cada um é de um jeito, apesar dos novelos da Fazenda terem uma regularidade o Noro era bem diferente, ia do fino ao grosso muitas vezes. Eu me apaixonei por eles e agora vai ser difícil usar os sintéticos.

Resultado: uma blusa quentinha, única, feita com fios naturais e já não vejo a hora de esfriar!

Comentários

Postagens mais visitadas