O Que Andei Fazendo - Lives, Tunisiano, Knooking, Crochê, Tear...

Como anda a sua vontade de fazer algum trabalho manual?

O final do mês de março e início de abril veio como um furacão. Coloquei em prática o projeto das lives semanais no youtube, onde cada semana recebo uma convidada que nos mostra um pouco dos seus livros, batemos um papo gostoso, trocamos muitas ideias sobre manualidades, profissão. sobre o dia a dia... Estou bem animada e pretendo continuar por um bom tempo. 

O primeiro vídeo foi com a Kátia e está aqui. O segundo é com a Camila Crocheteando, e deixei aqui para você assistir. Já saiu o terceiro com a Telma, Casa Craft.

Essa semana terei mais uma convidada, espero que gostem!

Tenho outros projetos em mente, já dei os primeiros passos, mas por enquanto estou pensando na melhor maneira de fazê-los, uma hora saí!

Quanto os crochês e tricôs, estou fazendo um amigurumi desde o ano passado, é o 4° pintor das receitas que comprei da Pupi Popi. Como não tenho prazo, vou fazendo aos poucos mesmo.

Foto registro do início do livro e da manta.

Me inscrevi no Clan Clube, e tenho me dedicado a fazer o projeto proposto por elas, a manta Tiffy que é inspirada no livro Teto para Dois - aliás uma leitura deliciosa - e como é em crochê tunisiano, até eu engatar levou um tempo. Agora estou mais familiarizada.

Ontem acabou a série de lives que a Soraia Bendito Fio fez, ensinando um colete em knooking, uma técnica que mistura crochê com tricô; e como tinha um prazo curto, me dediquei a assistir e fazer uma para aprender. Não tinha o fio grosso indicado, então desmanchei uma peça em andamento. Não terminei, mas fiz minhas anotações e espero conseguir finalizar depois, já que as aulas vão sair do ar logo mais.

Estou usando fios mais finos, mas mesmo assim estou gostando do andamento da peça, acho que vai ficar interessante.

Em crochê estou fazendo um tapete com todos os novelos de fio de malha que ainda tinha em casa. Quero dar um uso para eles, e não pretendo mais ter estoque de fios.

Sacola Joy e chazinho para me acompanhar enquanto vou tecendo o tapete.

Parei com a blusa Gunta para dar início aos outros projetos que tem prazo. Estou quase finalizando, e logo mais farei um post com ela.

Um dia ela fica pronta! Estou curtindo o processo, e não tenho mais pressa para acabar meus projetos, vou no meu tempo e isso me ajuda a não ficar ansiosa.

Outra técnica que comecei já tem um tempo é o tear manual. Quando reaproveitei aquelas calças jeans - quem se lembra? - deixei uma parte para fazer um tapete de tear. Fiz algumas carreiras, e está parado no ateliê.

Já fiz algumas aulas de tear manual, mas para relembrar vi os vídeos da Sarah no instagram.

Quanto a deixar as peças em andamento parada por meses, eu não me importo. Quando sobra um tempinho, ou até mesmo quando preciso parar de trabalhar para descansar a mente, voltou para alguma delas. Tenho feito dessa forma é funciona muito para mim.

Paralelo a isso, continuo lendo, e até agora foram oito livros. Não é muito, mas é o que tenho conseguido. O importante é manter o hábito.

O que você tem produzido de artesanato? Tem lido também? Como anda a rotina neste um ano de pandemia?




Comentários

Postagens mais visitadas