Meu Primeiro Jacquard

Olá,

Tenho recebido muitos elogios sobre a minha evolução no tricô, e realmente eu tenho me esforçado para aprimorar meus conhecimentos. Esse ano me propus a fazer aulas de tricô de verdade; digo fazer mais aulas do que apenas um workshop de três horas. E tenho visto o resultado.

O curso escolhido foi Tricô e Crochê Intermediário, com a Cris Bertolucci e a Tainá Denardi no Sesc Pompéia, meu lugar favorito para aprender em Sampa. E logo no primeiro dia já descobri que fazia duas coisas "erradas" na execução dos pontos tricô e meia. A Cris é muito boa professora, ela consegue observar detalhes que muitas vezes passam despercebidos por outros profissionais. Ou seja, a primeira aula já mudou tudo, e a partir daquele dia o meu tricô elevou de patamar. Obrigada Cris!

Fazer os aumentos foi a parte mais difícil até agora

O curso é dividido em partes, na primeira parte da aula a gente aprende pontos novos e na segunda começa a fazer um projeto. Cada aluna pode escolher o seu, trazendo uma revista, uma receita ou até mesmo usando os conhecimentos da professora. O atendimento é individual, o que facilita muito.

Eu escolhi uma receita da Paula Pereira; minha amiga tricoteira master. Bom, quem não a conhece, pode pesquisar no Ravelry , lá vocês vão encontrar  muitos projetos maravilhosos dela. Para encurtar a história, a Paula aprendeu a tricotar na gringa e por isso desenvolve receitas em inglês com muita facilidade. Boa parte das receitas dela saem em revistas internacionais, como Vogue Knitting e Pompom Mag. Gente, é muito luxo ter uma profissional brasileira reconhecida assim lá fora.

Iniciando o jacquard.

Quando soube que teria que escolher um para começar a tricotar em aula, logo pensei na Paula. Escolhi o Elk Meadow Pullover , que tem um jacquard lindo, é top down - técnica que queria muito aprender - e em inglês. Super nível alto de dificuldade para uma inciante como eu.

Mas tem dado certo. A Cris foi fundamental neste processo de início da peça. Ela me ajudou a fazer pontos que eu não conhecia - no começo quase desisti - fez todos os cálculos de tamanho, já que estou usando um fio de algodão, diferente do especificado na receita. E assim a blusa está tomando forma e ficando linda.

Usando a terceira cor escolhida para a blusa.

Durante as aulas, aprendemos a ler gráficos e a criar o próprio jacquard - mostrei no meu instagram - e isso também contribui para minha evolução no andamento da blusa. O jacquard não é difícil, é trabalhoso, pois qualquer erro de ponto estraga o todo. E isso requer calma e muita atenção. Desmanchei algumas vezes, mas nada de grave. E tudo faz parte desse belo aprendizado.

As quatro cores já em andamento.

A cartela de cores também tem agradado muito. Pesquisei, olhei revistas e fui observando as cores que mais me agradavam.. Queria algo quente, com cores vibrantes e consegui chegar no resultado planejado. Usei o fio amigurumi 100% algodão. Não é o ideal para esse tipo de projeto, mas na verdade estou bem surpresa com o andamento da peça, acredito que terá um bom caimento.

A escolha das cores é bem importante para o sucesso de uma peça.

Já passamos da metade do curso e a partir de agora estamos aprendendo pontos de crochê. Mas nada impede de cada continuar fazendo o projeto que quiser, e como o meu é mais demorado mesmo, vou seguir com ele até o final.

Quando a gente quer uma coisa e vai atrás para conseguir é muito gratificante.

Blusa ganhando forma e eu bem feliz para seguir o próximo passo: separar as mangas.


Comentários

Postagens mais visitadas