Viver Com Menos, Sim Senhor!

Dia destes passeando por uma livraria, me chamou a atenção a capa da revista Vida Simples, e na hora me veio aquela pergunta que me fazem sempre: - Dá para viver com menos? Dá sim, é muito! Talvez você se identifique comigo. Desde a época da faculdade, quando comecei a fazer estágio, tinha um salário, que me possibilitou ter coisas, como roupas, sapatos, bolsas...


Quando comecei a trabalhar em casa, visitava menos clientes, não precisava usar todos os sapatos, as bolsas que haviam no meu armário. E naturalmente fui comprando menos. Depois percebi que como autônoma não teria salário todo mês certinho, como se estivesse empregada num escritório. Tem meses que ganha-se mais outros menos, e a partir deste momento passei a consumir menos também por não saber como seria o dia de amanhã.

Ou seja, minha atual situação me influenciou muito a viver com menos. Depois comecei a costurar e isso também diminuiu a compra de roupas e bolsas, já que agora eu posso fazê-las, o que é mais legal ainda! Presentes também, hoje tenho um custo baixíssimo com eles, faço praticamente todos.

Trocar a vida dos escritórios por uma mais tranquila em casa, não tem preço! O trânsito de São Paulo enlouquece qualquer um, a rotina de ter hora para entrar e não ter hora para sair, comer em restaurantes todos os dias, não me faz falta. Agora aproveito muito melhor minha semana. Tenho tudo programado, sobrando tempo para as costuras, para o blog, para visitar museus, viajar e ainda trabalhar.

Confesso que precisa coragem para tomar essa decisão. A minha foi tomada num período difícil, no qual minha família precisava que estivesse mais tempo presente em casa com eles. E não me arrependo.

Isso sem contar que o nosso planeta está esgotado! Cada compra desnecessária gera lixo, nós consumidores e as empresas precisamos repensar a forma de consumo desenfreada que vivemos hoje, e correr atrás do prejuízo.

E você? Já pensou em viver assim? Com menos e melhor?




Comentários

Postagens mais visitadas