Pular para o conteúdo principal

Obra, Loja, Livros, Séries e Inspirações

O nosso boletim de informações semanais era para sair na segunda, mas fiquei empolgada com a exposição dos Gêmeos e postei sobre ela primeiro.

A obra segue mais lentamente neste início de ano por conta de muito trabalho, mas logo voltaremos com mais novidades. 

Terminei de lixar a porta e o batente. Usei lixadeira elétrica em praticamente todas as partes, os detalhes das almofadas, passei o produto em gel para remover a tinta. Precisei passar pelo menos três vezes, pois eram três camadas de tinta. E ainda restaram alguns resquícios, que tirei com a dremel. Por fim, passei o Thinner, indicação da própria embalagem do removedor de tinta Striptizi Gel da Montana.

 


Porta lixada, deixei uma parte apenas para testar o removedor, aqui a primeira camada cinza estava saindo. A segunda camada é marrom, parece a madeira, mas não é. E por último tem um fundo de bege meio branco.

Depois de todo esse processo, posso afirmar que precisaria de mais tempo, mais cuidado com os entalhes da madeira para conseguir limpar tudo. Acho que vou passar uma última vez o removedor e depois aplicar o verniz. Neste momento não tenho como caprichar mais nela.

Tenho trabalhado bastante na minha loja, criando novos produtos, costurando as peças de linha, sem deixar de estudar para melhorar meu pequeno negócio. Se você ainda não conhece, vou deixar aqui o link para passar por lá. 

Terminei de ler o livro Dona Barbára. Ele foi mais um dos que comprei através do financiamento coletivo. Gosto muito deste tipo de troca com as editoras, você ajuda comprando antes, e eles conseguem oferecer livros melhores, com capa dura, ilustrações, muitas vezes verniz na capa, somente pelo fato de já terem um número suficiente de exemplares vendidos. Este é da Editora Pinard, e a proposta deles é lançar vários livros de autores latinos. Não sou boa de resenhas, mas o livro me lembrou o nosso interior, a vida rural no nosso país, apesar das diferenças de cultura. É o tipo de leitura que gosto, foi leve e de vez em quando é bom ler para espairecer, já que leio muitos livros para estudar.

Leitura após o almoço, é assim que mantenho o hábito 
em dia, e a vitamina D também.

Outro que finalizei foi o Café com Lufe. Este eu vinha lendo em doses homeopáticas, bem devagar, saboreando. Se você está por aqui a mais tempo já deve me ter ouvido falar dele, do Lufe. Este grande fotografo, que todos os dias de manhã faz reflexóes profundas, que sempre mexem comigo. Se quiser conhecer mais, este é o canal dele no youtube.

Já comecei o próximo, e ainda não terminei o A Arte de Escrever. Gosto de ler pelo menos dois livros ao mesmo tempo. Depois falarei mais sobre isso.

Casa sempre foi tema das minhas pesquisas, e a pouco conheci um perfil no instagram muito inspirador, o @sixat21. A casa inteira é linda, mas eu quero morar naquela cozinha! Que coisa mais aconhegante! Vale dar uma passada no perfil dela para conhecer.

Fotos muito bem produzidas, cores, luz ambientes, tudo muito aconchegante.

Entre desenho de marcenaria, escolha de acabamentos, orçamentos, tento encaixar um hobby. Estou tecendo a blusa Gunta e acredito que esta semana ela ficará pronta. Como foi a primeira, tenho que melhorar alguns pontos - acabei aumentando o tamanho dela enquanto fazia, achando que ficaria estreita, mas acho que pelo contrário.

Sigo vendo Vikings, bem lentamente, e não estou curtindo mais. Por isso comecei uma outra, indicação de alguém no instagram. A série Borgen, que trata da tragetória da primeira ministra da Dinamarca. Estou no começo e gostando bastante. Tenho fugido de temas políticos, mas, me parece que lá é diferente. Veremos!


A série é mais antiga, mas nunca deixa de ser atual. Muitas vezes gosto de fugir do que todos estão vendo, apesar de ter visto Emily in Paris e o Gâmbito da Rainha logo no início, quando estavam em ascensão.

Você tem gostado deste tipo de postagem? Me conta. 

Ah, lembrando que todas as indicações são minhas, não faço publicidade. 






Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presépio de Crochê

Faz alguns anos que desejo fazer um presépio de crochê para mim, e sempre penso que vou começar em janeiro, para que no final do ano ele esteja pronto. Acontece que janeiro é sempre mais agitado, depois vem carnaval e quando você percebe já acabou o ano. Meu presépio montado, estou bem feliz com o resultado. Não imaginei como esse projeto traria tanta alegria para minha casa. E neste 2019 não foi diferente, ou melhor, foi. Janeiro passou, chegou o meio do ano e nada de presépio. Mas um dia, no final de setembro decidi começar a crochetar o meu. Bastou dar os primeiros pontos para que eu tivesse disposição e assim foi. Antes mesmo de novembro terminar eu já estava com oito personagens prontos, que ao meu ver são os essenciais.             Alguns registros que fiz na execução dos três reis magos. Ontem, primeiro de dezembro montei meu presépio de crochê, usei uma base de mdf pintada (feita por mim que vai entrar na loja) para o fundo, e ficou lindo! Não imaginei como e

Presente de Aniversário - Aula Com a Lugastal

Segunda foi meu aniversário, e não consegui preparar nenhum post com antecedência - aliás isso está virando uma constante na minha vida de aspirante a blogueira. E não é porque não estou produzindo nada para compartilhar, muito pelo contrário estou numa fase super produtiva, mas não estou conseguindo me organizar para preparar os posts, aliás é preciso fotografar, passar as fotos para o computador, tratar as fotos, digitar o texto, é um trabalhinho considerável, que eu adoro, só não estou dando tanta prioridade neste momento. Um mar de Lindas! E só a minha de calça e blusa!  Algumas fotos são minhas, outras da Lu e das meninas Mas vamos o melhor dessa semana, rever minha querida amiga Lu Gastal. Quem está aqui há mais tempo sabe como eu e a Lu somos parceiras. Nos conhecemos num Patch Encontro promovido por ela em 2014 e desde então foram tantos eventos, feiras, aulas, passeios juntas. Quanta coisa boa tem acontecido comigo nos últimos tempos.              Quanto carinh

A Chita É Chique?

Para inaugurar essa nova etapa do blog, nada melhor que começar com um post bem colorido e cheio de histórias. Quem não conhece a chita, não é mesmo? Esse tecido mega colorido que era considerado de baixa qualidade, e agora começa a ganhar novos ares e novos lares também. Digo era, porque numa pesquisa rápida, descobri que tem estilista produzindo peças incríveis com ela, vem comigo. Quem me conhece um pouco mais sabe que adoro livros, e sempre dou uma olhadinha nas livrarias para conhecer as novidades. Numa destas, encontrei esse daqui: Uma Festa de Cores Memórias de um Tecido Brasileiro, que logo me chamou a atenção pelas cores. Ele conta a trajetória da chita no Brasil e como aqui se fez presente em muitos lares brasileiros. Os desenhos (ou melhor, colagens) são de Anna Gobel, com textos de Ronaldo Fraga. Não tive dúvida, comprei na hora! "Estampas falam, cores suspiram...mas só a chita canta e dança." Algumas páginas do livro, as imagens foram feitas com pedaç