Pular para o conteúdo principal

Molla Mills no Brasil

Olá,

O que foram essas aulas da Molla Mills aqui em São Paulo? Ainda estou tentando absorver. Quando eu soube que ela faria um tour pela América Latina, passando pelo Brasil comecei a me preparar.

As aulas foram num dos meus lugares favoritos, na Novelaria, mas se esgotaram rapidamente. Me conformei, apesar de ter ficado triste, e a vida seguiu. Poucos dias antes do workshop vi que sobraram duas vagas; não pensei duas vezes, comprei sem ver o dia e o horário, afinal era uma oportunidade única.

Concentradas na Novelaria

Estava feliz com minha vaga e no feriado fui fazer uma aula com a Anne Galante - falarei sobre ela em outro post - e só quero dizer que neste dia conheci a Molla. Ela apareceu no Sesc junto com a Marie Castro para conhecer a Anne e ver a árvore de natal que estávamos decorando. Foi muito legal! Fiquei bem feliz e até tiramos fotos.

   
No Sesc 24 de Maio com a Molla, a Marie, Anne e a Vanessa

A Zôdio também abriu vagas para aulas com a Molla e como eu já havia comprado não investi em mais um curso. Mas teve um sorteio, na verdade os 4 posts mais curtidos ganhariam uma vaga. Decidi tentar e não é que consegui? Agradeço muito quem compartilhou - aliás foram muitas pessoas, mas em especial a Dani Dalledone, a Débora Alves e minha prima Débora Gimenes! Vocês foram incríveis!

Na aula da Novelaria dei início a mochila, padrão geométrico; eu estava bem ansiosa, nervosa mesmo, andei pouco com o trabalho, mas aprendi muito; a Molla é super simpática, atenciosa, e apesar da barreira do inglês eu consegui me virar, com a ajuda das colegas de turma e da Camila, que fez a diferença e conduziu muito bem a tradução.

         

   
Explicações durante a aula, e o meu fio conduzido crescendo lentamente.

Levei meu livro de desenhos, consegui um autografo e tirei fotos com ela. Agora era me preparar para a segunda aula, a que ganhei e foi no dia seguinte. A Zôdio por si só já é um paraíso! Imagina este lugar cheio de crocheteiras amigas, e ainda a super professora, foi indescritível! Este dia vai entrar para meu top 10 facilmente.

            
O padrão que fizemos foi o primeiro, em verde, preto e branco. Ao lado ela mostrando o pai que foi modelo no seu terceiro livro, o Crochetterie.

Molla contando mais detalhes do livro, onde tem o irmão, amigo e vários lugares 
que ela adora na Finlândia.

  
Recebendo meu autografo feliz da vida; e mais uma foto nossa!

Fizemos a clutch de sorvetes. Desta vez eu consegui avançar mais, já estava mais tranquila. Comprei o livro Crochê Moderno, peguei mais um autografo e é claro, tirei fotos.

 
A pose característica dela, eu tentei imitar mas não deu muito certo. 
Estou com uma blusa de tricô e uma saia de crochê, ambas feitas pela minha mãe. 
Aliás a Molla elogiou muito minha roupa.


Mais crocheteiras maravilhosas: Andréia Passote, Flávia Duprat, 
Debora Alves, e Simone do Valentina Ateliê.



     Na Zôdio encontrei a Ariane, a Flávia e desvirtualizei
 com a Débora Alves. Foi muito incrível.

             
Durante a aula as explicações em inglês, sob o olhar atento da 
Camila que traduziu tudo. Ao lado com a Mayra (A Moça Tecelã) 
e a Telma (Casa Craft), amigas queridas com as peças Arthé.

                   
Com a Ana Craft Box e a Ariane So Cute, somos
 3 das 4 ganhadoras do concurso.

Pude encontrar com a Molla 3 vezes. Posso afirmar que ela é uma pessoa incrível. Excelente professora, pega seu crochê e desmancha se necessário, te mostra como fazer; sempre solícita, de bom humor, uma gringa quase brasileira.

   
Esse foram os fios que usamos, me parece Charme, apesar de 
estarem sem os rôtulos. Ao lado a bolsa linda da Molla. é muito capricho.

E por falar em Brasil, ela chegou por Sampa e se encantou com nossa flora, nossas frutas, visitou o Parque Trianon, a loja da Melissa, o Sesc, o ateliê da Anne Galante, o Atelier Mundo Craft, tomou cerveja...Gravou vídeos, tirou várias fotos, autografou um batalhão de livros e isso é só o começo.

Ela já chegou ao Rio de Janeiro...e muito mais a espera pelos próximos meses! Por mais dias assim...




Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presépio de Crochê

Faz alguns anos que desejo fazer um presépio de crochê para mim, e sempre penso que vou começar em janeiro, para que no final do ano ele esteja pronto. Acontece que janeiro é sempre mais agitado, depois vem carnaval e quando você percebe já acabou o ano. Meu presépio montado, estou bem feliz com o resultado. Não imaginei como esse projeto traria tanta alegria para minha casa. E neste 2019 não foi diferente, ou melhor, foi. Janeiro passou, chegou o meio do ano e nada de presépio. Mas um dia, no final de setembro decidi começar a crochetar o meu. Bastou dar os primeiros pontos para que eu tivesse disposição e assim foi. Antes mesmo de novembro terminar eu já estava com oito personagens prontos, que ao meu ver são os essenciais.             Alguns registros que fiz na execução dos três reis magos. Ontem, primeiro de dezembro montei meu presépio de crochê, usei uma base de mdf pintada (feita por mim que vai entrar na loja) para o fundo, e ficou lindo! Não imaginei como e

Presente de Aniversário - Aula Com a Lugastal

Segunda foi meu aniversário, e não consegui preparar nenhum post com antecedência - aliás isso está virando uma constante na minha vida de aspirante a blogueira. E não é porque não estou produzindo nada para compartilhar, muito pelo contrário estou numa fase super produtiva, mas não estou conseguindo me organizar para preparar os posts, aliás é preciso fotografar, passar as fotos para o computador, tratar as fotos, digitar o texto, é um trabalhinho considerável, que eu adoro, só não estou dando tanta prioridade neste momento. Um mar de Lindas! E só a minha de calça e blusa!  Algumas fotos são minhas, outras da Lu e das meninas Mas vamos o melhor dessa semana, rever minha querida amiga Lu Gastal. Quem está aqui há mais tempo sabe como eu e a Lu somos parceiras. Nos conhecemos num Patch Encontro promovido por ela em 2014 e desde então foram tantos eventos, feiras, aulas, passeios juntas. Quanta coisa boa tem acontecido comigo nos últimos tempos.              Quanto carinh

A Chita É Chique?

Para inaugurar essa nova etapa do blog, nada melhor que começar com um post bem colorido e cheio de histórias. Quem não conhece a chita, não é mesmo? Esse tecido mega colorido que era considerado de baixa qualidade, e agora começa a ganhar novos ares e novos lares também. Digo era, porque numa pesquisa rápida, descobri que tem estilista produzindo peças incríveis com ela, vem comigo. Quem me conhece um pouco mais sabe que adoro livros, e sempre dou uma olhadinha nas livrarias para conhecer as novidades. Numa destas, encontrei esse daqui: Uma Festa de Cores Memórias de um Tecido Brasileiro, que logo me chamou a atenção pelas cores. Ele conta a trajetória da chita no Brasil e como aqui se fez presente em muitos lares brasileiros. Os desenhos (ou melhor, colagens) são de Anna Gobel, com textos de Ronaldo Fraga. Não tive dúvida, comprei na hora! "Estampas falam, cores suspiram...mas só a chita canta e dança." Algumas páginas do livro, as imagens foram feitas com pedaç