Pular para o conteúdo principal

Manta do Tempo

Olá,

Janeiro começou com tudo e tenho visto vários desafios crafts por aí. Como não consigo participar de todos, escolhi dois. O primeiro eu já havia decidido antes de terminar o ano (passado) que eu faria um desenho por dia em 2017. Então quando o dia 1º de janeiro chegou dei meus primeiros traços num caderninho. E assim o farei até o dia 31 de dezembro, oremos! Sempre gostei de desenhar e pintar e acabou ficando de lado nos últimos anos, mas vou retomar. Tudo é treino na vida, e logo estarei desenhando bem como nos velhos tempos...

Outra ideia bacana que vi foi relacionada ao crochê. A Dani do The Handmade (é uma fofa, adoro os amigurumis que ela faz) propôs o desafio da Manta do Tempo, alguém já ouviu falar? Ela pesquisou nos sites gringos e descobriu uma maneira bacana de crochetar todo dia um pouco fazendo uma peça bonita e útil pra sua casa.

Foto que tirei bem no início, os dois primeiros dias a temperatura estava mais quente, depois abaixou um pouco e este será o mais divertido de todo desafio, o quão colorida ficará a manta.

A ideia é fazer uma manta crochetando todos os dias três carreiras (ou um quadradinho), usando cores variadas correspondentes com a temperatura de onde você mora, que pode ser a máxima ou a mínima, você estipula. Assim sua manta ficará colorida de acordo com a temperatura da sua cidade. Não é demais! Eu que sou louca para ter uma manta de quadradinhos da vovó aceitei o desafio na hora. Vou deixar o link do post dela aqui para vocês esclarecem melhor as dúvidas.

Usei apenas seis cores do fio Precioso da Círculo por ser as que tenho aqui, mas você pode variar mais a temperatura e escolher mais linhas.

Não queria comprar linhas, então usei seis cores que tenho aqui há tempos e acabo não usando. Elas são da Círculo e tem um fio metálico que dá um brilhinho. São bonitas e achei que ficariam boas para este projeto, apesar de eu não ter uma grande variação de cores.

Moro em São Paulo e dificilmente as temperaturas ficam abaixo de 7°C. Então defini que minha temperatura mínima era abaixo 9ºC e a máxima acima de 35ºC. Escolhi as cores e dei início a brincadeira no dia 10 de janeiro.

As temperaturas de 25° a 29° serão as mais frequentes aqui em São Paulo, por isso usei essa cor que tenho dois novelos.

Cada dia eu olho a temperatura máxima e faço um quadradinho (a receita está aqui) com a cor correspondente. Assim que vou fazendo já emendo para não me confundir depois nas cores.

Os dias foram passando e a gente trocando ideias com a Dani, o que é muito legal. Descobrimos a melhor maneira de emendar os quadradinhos (dei a dica para ela de deixar o relevo que se forma para o avesso, assim a manta fica mais lisa do direito); e outra pessoa disse que pegou a informação do tempo do início do ano e mesmo tendo começado depois, fez os quadradinhos retroativos. Eu decidi fazer isso também. Busquei num site as temperaturas de 01 de janeiro até o dia 09 de janeiro e estou fazendo estes quadrinhos para emendar na minha colcha. Vamos ver como vai ficar.


Difícil fotografar pois já está ficando bem grande. Como disse estou emendando os quadradinhos retroativos, a linha preta define o dia que comecei, e os três que estão antes são do início de janeiro. 

Crochê não é sua praia? Então olha esta outra dia: o Clube do Bordado propôs o desafio 100 dias de bordado, ou seja a cada dia você borda um pouco, ou copia um desenho no tecido, faz alguma coisa relacionada ao tema. Também fiquei interessada em participar...mas não será desta vez.

E você? Se animou? Ainda dá tempo de escolher o seu desafio do ano e participar. O mais importante de tudo e treinar a técnica escolhida fazendo um pouco todo dia, e distrair os pensamentos e relaxar. Tenho certeza que te fará um bem danado, experimenta!



Comentários

  1. Adorei essa idéia, a Manta do tempo. Vou começar a minha.
    Já tenho uma colcha que fiz toda colorida, fiz com fio da círculo.
    Mais essa que fiz para uma cama king siz, fiz em tres meses.
    Foi meu record. Agora quero fazer uma assim, sem pressa.
    Fazer pelo meno um quadradinho por dia, já que estou fazendo
    alguns outros trabalhos em croche e bordando tbem.
    Assim eu vou dividindo um pouquinho por dia, kkkkkk
    Amei essa ideia, e vou compartilhar com umas amigas.
    Bjusss,
    Ione

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Ione, tudo bom? Legal demais essa ideia, né? O melhor é que você pode começar quando quiser/puder e fazer um quadradinho por dia é muito bom, sem pressa, sem cobranças...a minha já está ficando bem grande, entrei no 5 mês!! Logo mais farei um post novamente para mostrar a evolução. Compartilha sim, e quero ver as suas. Beijos e seja bem vinda!

      Excluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Presépio de Crochê

Faz alguns anos que desejo fazer um presépio de crochê para mim, e sempre penso que vou começar em janeiro, para que no final do ano ele esteja pronto. Acontece que janeiro é sempre mais agitado, depois vem carnaval e quando você percebe já acabou o ano. Meu presépio montado, estou bem feliz com o resultado. Não imaginei como esse projeto traria tanta alegria para minha casa. E neste 2019 não foi diferente, ou melhor, foi. Janeiro passou, chegou o meio do ano e nada de presépio. Mas um dia, no final de setembro decidi começar a crochetar o meu. Bastou dar os primeiros pontos para que eu tivesse disposição e assim foi. Antes mesmo de novembro terminar eu já estava com oito personagens prontos, que ao meu ver são os essenciais.             Alguns registros que fiz na execução dos três reis magos. Ontem, primeiro de dezembro montei meu presépio de crochê, usei uma base de mdf pintada (feita por mim que vai entrar na loja) para o fundo, e ficou lindo! Não imaginei como e

Presente de Aniversário - Aula Com a Lugastal

Segunda foi meu aniversário, e não consegui preparar nenhum post com antecedência - aliás isso está virando uma constante na minha vida de aspirante a blogueira. E não é porque não estou produzindo nada para compartilhar, muito pelo contrário estou numa fase super produtiva, mas não estou conseguindo me organizar para preparar os posts, aliás é preciso fotografar, passar as fotos para o computador, tratar as fotos, digitar o texto, é um trabalhinho considerável, que eu adoro, só não estou dando tanta prioridade neste momento. Um mar de Lindas! E só a minha de calça e blusa!  Algumas fotos são minhas, outras da Lu e das meninas Mas vamos o melhor dessa semana, rever minha querida amiga Lu Gastal. Quem está aqui há mais tempo sabe como eu e a Lu somos parceiras. Nos conhecemos num Patch Encontro promovido por ela em 2014 e desde então foram tantos eventos, feiras, aulas, passeios juntas. Quanta coisa boa tem acontecido comigo nos últimos tempos.              Quanto carinh

A Chita É Chique?

Para inaugurar essa nova etapa do blog, nada melhor que começar com um post bem colorido e cheio de histórias. Quem não conhece a chita, não é mesmo? Esse tecido mega colorido que era considerado de baixa qualidade, e agora começa a ganhar novos ares e novos lares também. Digo era, porque numa pesquisa rápida, descobri que tem estilista produzindo peças incríveis com ela, vem comigo. Quem me conhece um pouco mais sabe que adoro livros, e sempre dou uma olhadinha nas livrarias para conhecer as novidades. Numa destas, encontrei esse daqui: Uma Festa de Cores Memórias de um Tecido Brasileiro, que logo me chamou a atenção pelas cores. Ele conta a trajetória da chita no Brasil e como aqui se fez presente em muitos lares brasileiros. Os desenhos (ou melhor, colagens) são de Anna Gobel, com textos de Ronaldo Fraga. Não tive dúvida, comprei na hora! "Estampas falam, cores suspiram...mas só a chita canta e dança." Algumas páginas do livro, as imagens foram feitas com pedaç