Upcycle Em Alta. Como Customizar Suas Roupas Para as Festas de Fim De Ano

Customização é tema recorrente aqui. Aprendi desde cedo a ter poucas peças de roupa - na infância a grande maioria era costurada pela minha tia - e mesmo quando não eram mais usadas, ou por terem ficado pequenas ou por estarem em péssimo estado, elas nunca eram perdidas. As boas sempre foram doadas. E as ruins viraram pano de chão ou trapos para limpeza da casa.

Saia customizada a partir de um vestido que já estava sem uso há anos no armário. 
As sandálias estão nova e eram da minha prima.

Eu e minhas primas sempre trocamos peças, tenho várias em meu armário que estão em bom estado e que não agradavam mais a elas. Essa é uma prática muito gostosa de fazer. Faz uns anos que parei de comprar roupa. Desde que comecei a trabalhar em casa parei com o consumo - que não era grande - e não compro praticamente nada. E o armário continua cheio. Aprendi a costurar e isso facilitou muito, hoje faço principalmente calças e bermudas, mas tenho vestidos e blusas também. Ano passado comecei a fazer casacos de tricô e crochê, e agora não preciso de mais nenhuma peça de frio. Ou seja, armário bem recheado para os próximos anos.

Vestido que foi muito usado, mas há algum tempo ele estava parado no armário.
 Eu gosto muito dessa estampa e não tinha como descartar.

Mas algo que tem me agradado muito fazer é escolher uma peça e dar uma cara nova para ela. Antes eu só escolhia as peças doadas para usar do jeito que elas estavam, hoje em dia eu já penso no futuro, na customização que quero fazer. Inclusive tem alguns posts no blog com dicas, vou deixar aqui. Inclusive a jaqueta jeans eu já reformei novamente, pois cansei daquele modelo.

   
Cortei na linha da cava da manga, sem medir mesmo. Essa parte do busto é feita com lastex, e fica bem justa na cintura.

Fim de ano a gente começa a pensar nas festas de como nos vestir. Desde que aprendi a costurar roupas, faço algo novo para mim. Mas este ano decidi abrir meu armário e olhar com carinho para as peças que já estão prontas. Selecionei um vestido que vai virar uma linda saia para customizar. E quando abri um armário esquecido no ateliê, lembrei que havia separado mais duas peças ano passado para serem transformadas - e acabei não fazendo - e já entraram na tesoura também!

  
Dobrei essa parte do busto e usei uns pregadores para fixar o cós e passei o zigue zague. Aprendi com a Mamis a fazer isso nas peças de malha, já que não tenho overlock. 

   
Nem precisou colocar elástico, ficou certinha no corpo. Amei muito essa saia, já entrou para a lista das peças favoritas do armário.



Comentários

Postagens mais visitadas