A Casa no Pós Pandemia

Ainda não fizeram uma pesquisa com os brasileiros, mas os americanos já expressaram seus desejos para a casa no pós pandemia.

Trabalhar de casa, com filhos, cônjuges e idosos durante os meses de confinamento, fez com que boa parte dos americanos desejasse reformar a casa. Uma nova decoração, melhorar a iluminação e o layout - a distribuição dos móveis, estão entre os itens principais.

Ter o próprio espaço de trabalho dentro de casa faz muita diferença, este é o meu pequeno ateliê, onde me inspiro, crio e produzo.

Ter cômodos específicos para cada atividade, como uma sala para o homeoffice - não apenas uma mesa/bancada no quarto, na varanda ou sala de jantar -, um lugar para as crianças brincarem e deixarem suas "bagunças", também foram citados pelos entrevistados.

O banheiro e a cozinha, estão na lista de prioridades da reforma. O desejo é ter cores neutras, em tom pastel como base - pisos, paredes, móveis, bancadas - e cores fortes nos detalhes, como peças de decoração, almofadas, quadros, tapetes, roupas de cama e até eletrodomésticos. Desta forma nos cansamos menos de olhar para aquele ambiente todos os dias, e caso seja necessário a troca, é mais simples e sem sujeira.

Área verde externa também estava entre os desejos dos americanos, ter um espaço para plantar, fazer a própria horta tem ganhado destaque por aqui também.

A área verde também ganhou destaque. Como trabalhar em homeoffice permite viver em áreas mais afastadas, e consequentemente terrenos maiores, ter uma horta em casa também esteve entre os maiores desejos dos moradores. Além dos tons neutros, o verde foi a cor desejo.

Algumas famílias receberam pais/filhos para morarem com eles neste período, isso aumentou a procura por um quarto de hóspedes. A cozinha americana também está em alta, para que os pais possam acompanhar o estudo dos filhos enquanto preparam as refeições.

Esta pesquisa reflete o que estamos vivendo aqui no Brasil. A maioria das pessoas não estavam preparadas para trabalhar em casa, ou seja, quem tem um escritório reservado teve mais tranquilidade no dia a dia. O fato de fazer as refeições todos juntos, também aumentou esse desejo pelo espaço melhor iluminado e adaptado para uso diário.

Cores neutras são sempre uma boa aposta.


Crianças precisam de um lugar específico para elas. Brinquedos espalhados pela sala, cadernos e livros na mesa de jantar, avós dormindo nos quartos enquanto os pais ficam no sofá, tudo isso contribui para que estes ambientes fossem citados pelos entrevistados. Vejo se repetindo aqui no Brasil também.

Eu moro em casa, e vejo com a área externa foi e tem sido importante para nós. Tomar sol, pisar na terra, colher temperos na horta, plantar, esse contato com a natureza para quem mora em apartamento ou casas menores fez muito falta.

E por ai, como tem sido? Já parou para pensar em como melhorar o ambiente? As reformas estão a todo vapor, tanto lá fora como aqui. Muitos escritórios de arquitetura estão trabalhando a distância, fazendo projetos on line e ajudado a melhorar a vida dentro de casa.

Também estou fazendo projetos assim, não é preciso visitar a casa do cliente, o que em tempos de pandemia é ótimo, mas as informações chegam muito bem até eles, para que possam reformar suas casas cada um no seu tempo.





Comentários

Postagens mais visitadas