Leitura - Troca de Livros Físicos e Minha Estante Virtual

Vamos falar de literatura? Este ano tenho lido mais, desde que ganhei um kindle aumentei o número de livros lidos. Alguns fatores como facilidade de levar o leitor digital, a possibilidade de ter vários livros juntos e o valor dos e-books por ser mais acessível.

Mas mesmo assim continuo comprando - e agora trocando - livros físicos. Há alguns meses descobri o perfil bookster no instagram. Na verdade já havia ouvido falar e até visto entrevistas do Pedro Pacíficio, criador do blog; mas não tinha me identificado com ele. Agora sou uma bookster assumida, e fico de olho nas resenhas, nas ofertas e nas novidades.

Livros para o ano que vem.

E foi através dos comentários dos posts dele que encontrei o Skoob. Uma rede social para leitores. Lugar específico para você cadastrar seus livros, fazer resenhas, dar notas, ter amigos que gostem de ler, e o principal - ao meu ver - trocar livros. Achei ótimo trocar livro por livro. Normalmente em sebo, se você leva vários livros, ganha um crédito para trocar por um ou recebe o valor em dinheiro que não daria para comprar muitos. Trocar um por um é muito interessante, e você envia a sua troca e acumula créditos para escolher os livros que quiser. Achei muito legal e passo horas escolhendo, cadastrando e organizando a minha estante virtual.

Já troquei dois e escolhi para mim O Retrato de Dorian Gray de Oscar Wilde e Moda: Uma Filosofia de L. Svendsen, e ainda tenho crédito para mais dois.

Quando li o livro da Marie Kondo - há alguns anos - separei vários livros para vender no sebo, mas alguns eram bem antigos e com temas que não interessaram as lojas, e eles ficaram por aqui. Vendi on line uns poucos e ainda havia sobraram. Estava disposta a doar para uma biblioteca, quando passei na rua e vi alguns livros expostos com a plaquinha que aceitava doações.

Meus livros teriam um destino agora. Selecionei e levei para ele. Em troca ele me deixou escolher um, e eu nem fui com essa intenção, mas encontrei o livro do dr. Alexandre Feldman, Enxaqueca só Tem Quem Quer. Já li este livro no e-book, pois havia esgotado o físico. Para minha surpresa encontrei um novinho e trouxe comigo.

Além deste, comprei um outro por R$10,00, da María Dueñas - A Melhor História Está Por Vir. Eu já li O Tempo Entre Costuras dela, e gostei muito. Agora mais dois livros físicos para minha leitura do ano que vem - este ano já esgotei a meta! Voltei mais uma vez no rapaz da rua e levei alguns e trouxe o Novelas Inacabadas da Jane Austen, uma das minhas autoras favoritas.

Minha amiga Telma me emprestou mais dois: Cem Anos de Solidão do Gabriel Garcia Marquez e O Clube do Tricô de Kate Jacobs. Estou lendo no kindle Em Busca do Tempo Perdido do Marcel Proust, Homo Deus do Yurval Noah Harari, e comprei O Mundo da Escrita de Martin Puchner. Estou lendo os três ao mesmo tempo, são temas diferentes e gosto muito de poder revesar entre eles.

Adorando os livros da editora Wish.

Para encerrar este post gigante - quando o assunto são livros eu perco a noção do tempo - descobri através do Bookster a editora Wish. Participei do financiamento coletivo do livro da Mary Stuart e já comprei mais dois, O Infame Clube Vitoriano das Mulheres Livres e a Enciclopédia do Incrível ao Bizarro. São livros lindos, com diagramação maravilhosa, fotos antigas e uma excelente curadoria, virei fã delas e já quero todos.

Ou seja, este ano acabei comprando muitos livros físicos, muitos e-books e troquei um outro tanto. Todo esse processo tem a ver com a minha meta de passar menos tempo nas redes sociais, menos tempo assistindo tv e focando no que me faz feliz.

Comentários

Postagens mais visitadas