Primeiras Peças Feitas da Burda - Capa e Colete

Olá,

Quando comecei a costurar queria fazer roupas para mim. Dei meus primeiros passos na máquina de costura fazendo necessaires, bolsas e achava que fazer roupa seria um pulo, mas não. Me enganei. Comprei revistas de moldes e acabei deixando de lado, só olhar aquele monte de linhas umas sobre as outras me dava calafrios. Decidi fazer minha própria modelagem e com ela consegui realizar meu desejo de ter as minhas roupas feitas por mim.

Mas fazer a modelagem é trabalhosa. São muitos passos até chegar numa peça bacana, que te sirva bem. Então porque não tentar usar um molde pronto. E lá fui eu com as minhas revistas Burda (só ouvia falar nas estrangeiras, e quando lançou a publicação nacional eu comprei algumas) escolher o modelo para debutar. Escolhi uma blusa meio grunge xadrez. Copiei o molde, passei para o tecido e a peça piloto ficou enorme. Fui direto na modelagem 38 e nem conferi minhas medidas. Reduzi para o 36 e não mudou muita coisa. Larguei a blusa de lado, e continuei nas minhas modelagens.

sobrinha fofa com sua capa bem quentinha 

Manter uma peça parada assim sem terminar não me agrada. Eu gosto de concluir tudo que faço. Desmancho, refaço, dou para alguém, mas não fica parada aqui. Ainda não fiz isso, fiquei com medo de pegar aquela blusa de novo. Decidi partir para um projeto novo. Minha sobrinha faria aniversário e achei que seria uma boa hora para tentar fazer um presente para ela.

usei um zíper branco que já tinha em casa, para o forro do capuz usei um moletom preto. Ela amou!

Selecionei uma capa de chuva para começar. Mas a ideia não era fazer com tecido impermeável, queria uma flanela quentinha para colocar por cima do casaco nos dias frios, quer aliás foram muitos aqui em São Paulo. Numa das minhas conversas com a querida Katia Linden e ela me disse que na revista existem projetos fáceis, com passo a passo fotografado e que o molde está em destaque para facilitar a cópia. Humm, gostei. Mas a capa não era um deles. Olhei novamente as revistas e encontrei um colete com bolsos, era simples, tinha todos os itens comentados por ela e lá fui eu começar a copiar o projeto.

Foi bem tranquilo mesmo. O molde estava pintado na cor rosa, super fácil de localizar. Antes conferi as medidas com as minhas e o tamanho 36 ficou ok. Primeiro passo dado, agora faltava copiar o da sobrinha. Conferi as medidas dela também, passei um marca texto no molde para facilitar (outra dica valiosa) e copiei tudinho, deu trabalho, mas ficou ok.


colete pronto e ficou muito lindo

Numa das minhas visitas a Pinheiros, comprei uma flanela sintética bem quentinha e barata. Com 1.50 m eu cortei a capa e o colete. Agora faltava costurar. Comecei pelo passo a passo do colete e foi bem fácil mesmo. Fui me animando e costurava a capa ao mesmo tempo, mas esta já me deu mais trabalho. No final mudei algumas coisas nela, mas o resultado ficou muito bom. Se eu não tivesse nenhum conhecimento em costura de roupas, talvez não conseguisse fazer a capa, tem capuz, zíper...foi mais complexo o processo. Já o colete foi bem tranquilo.


viés nas cavas e decotes, atrás tem um cinto que dá uma afinada na silhueta, detalhes do forro do bolso, usei um tricoline porque achei que ficou muito grosso.

Estou bem animada e com certeza farei muitas outras peças a partir de agora. Mais alguém tem medo dos moldes de revista?









Comentários

Postagens mais visitadas