DIY - Ateliê De Cara Nova - Mesa Reaproveitada

Era uma vez uma mesa azul. Sim, antigamente as cozinhas eram de três cores: vermelha, amarela e azul. Ou seja, quando você comprava os móveis e eletrodomésticos para sua casa, escolhia a cor e fazia o "kit combinante" tudo no mesmo tom.

Ateliê quase completo. Agora a máquina de costura faz parte do espaço, com uma mesa "novinha" para ela.

O espaço que uso para meu ateliê era a antiga cozinha da minha mãe, se vocês repararem tudo nela é azul. Inclusive o fogão e a geladeira que já foram embora há tempos. O gabinete da pia, os azulejos, o piso e armários, tudo azul! Não que eu não goste, mas aos poucos vou dando cara nova a tudo que posso para deixar mais prático, funcional e bonito também.

A mesa foi a escolhida da vez, toda em formica azul estava dobrada ao meio e ficava no cantinho, servindo de aparador para a mesa principal. Mas a idade avançada dela me preocupava. O tampo por baixo estava esfarelando, mas os pés eram bons, de ferro...então decidi que assim que aparecesse um tampo melhor, eu faria a reforma nela.


O dia chegou. Achamos numa caçamba uma tábua boa, bem pesada e com as medidas ideais. O passo a passo é simples, lembrando que a minha intenção é dar ideias, de incentivar você a reaproveitar móveis antigos, e dar uma cara nova para eles. Vamos ver como ficou?







1 - Desmontei a mesa antiga. Os parafusos estavam bem difíceis de sair, coloquei um lubrificante, sabe aquele WD que encontramos facilmente em lojas de construção para ajudar, e no final tudo certo;





2 - Lixar tudo, o tampo novo e os pés da mesa. Depois limpei com um pano levemente úmido e deixei secar;





3 - No tampo dei uma camada de verniz spray fosco e parti para a pintura dos pés. Usei tinta spray cobre, lembrando que estou aproveitando tudo que tenho por aqui. Essa tinta seca bem rápido, fiz algumas camadas até cobrir totalmente, sempre deixando secar entre uma e outra;


4 - Virei o tampo para marcar a posição dos pés. Esta madeira tem um lado revestido em formica e o outro em madeira, optei por deixar a madeira para cima;



5 - Para deixar todos os pés na mesma distância de todos os lados, usei um pedacinho de madeira, mas poderia ser uma régua, e fiz duas linhas com o lápis;



6 - Encaixei o pé nas linhas e marquei a posição dos parafusos. Fiz isso nos quatro lados. Com uma broca mais fina que os parafusos, fiz furos em todas as marquinhas, assim facilita na hora de apertar os parafusos;



7 - Quase lá, posicionei os pés, coloquei os parafusos e apertei, com a chave de fenda mesmo.


Pronto! Agora é só virar e usar a mesa nova.

Chegou aqui agora? Então acompanhe todos os passos para a transformação da cozinha no meu ateliê:

http://www.arthe.com.br/2015/08/atelie-de-cara-nova.html

http://www.arthe.com.br/2015/08/cara-nova-na-parede-de-azulejos.html

http://www.arthe.com.br/2015/11/de-cabeca-pra-baixo.html

http://www.arthe.com.br/2016/03/diy-tabua-de-passar-repaginada-atelie.html

http://www.arthe.com.br/2016/03/atelie-de-cara-nova-letras-customizadas_17.html

http://www.arthe.com.br/2016/02/atelie-de-cara-nova-cabideiro-e-lousa.html

Comentários

Postagens mais visitadas