Pular para o conteúdo principal

No Dia da Costureira, Um Pouco das Aulas de Modelagem

Há 3 semanas conheci um espaço muito interessante. A casa é destinada as pessoas que querem trocar experiências e conhecer gente bacana. Este lugar é o Atelier das Senhoritas! Olha aqui: https://www.facebook.com/ateliersenhoritas.


Sempre busco novos cursos, workshops, oficinas para conhecer pessoas e aprimorar meus conhecimentos e ter acesso a novos. E foi desta forma que encontrei o Workshop de Modelagem para a Indústria da Moda, no Atelie das Senhoritas. Eram apenas 3 aulas com uma carga horária de 16 horas e lá fui eu, disposta a entrar de vez no mundo da moda! E não me arrependi...

Meu primeiro contato com a casa, pois foi assim que me senti, em casa, foi incrível, diria que quase mágico. Imagina uma casa colorida, onde todos os cômodos são destinados a alguma atividade, desde culinária, costura, canto, shows de música, cinema e tantas outras coisas diferentes entre si, mas com o intuito de reunir pessoas, e com boa comida, boas energias e muita arte!


 
                                               
Foi assim que nasceu este espaço, as sócias tinham esse propósito, que os artistas saíssem de seus atelies e compartilhassem seus conhecimentos. Conheci apenas uma delas, a Lina Molina, uma pessoa super do bem, que recebe as pessoas como fossem velhas conhecidas e ainda tira lindas fotos!

Depois fui apresentada a não menos querida, Nancy Marques, a grande modelista que nós daria um show de aulas, com muitas dicas e informações de só quem tem muita vivencia de fábrica, de bastidores das passarelas poderia nos mostrar.



foto: Lina Molina

foto: Lina Molina

Logo na primeira aula o contato com os tecidos, urdumes, tramas, orelas, foi grande incentivador para iniciarmos a modelagem da nossa peça, uma saia reta, com cós e que ao final do curso, seria costurada a mão! Ansiedade master. Sai neste dia muito feliz, realizada e com vontade de quero mais! Obrigada Nancy, a aula foi demais!





foto: Lina Molina
foto: Lina Molina

Na segunda aula passamos ao molde propriamente dito, usamos as medidas padrão das tabelas de uma confecção, e no papel craft foi um tal de mede, risca, corta...Fizemos o molde da frente, costas e cós da saia tamanho 38. Depois aprendemos a aumentar a modelagem e fomos assim treinando para fazer os outros tamanhos 40, 42... Acredito que fui muito importante para quem quer dar os primeiros passos nesse novo mundo. Apesar de já ter feito algumas peças de roupas, somente tenho o molde na minha numeração e digamos que não é muito prático, já que meu tamanho é PP.  Minhas amigas estavam na expectativa e acredito que agora poderei fazer as peças sob medidas para elas! Felicidade geral! : )

 
    fotos: Lina Molina

Ontem foi a última aula. Já com o molde em mãos, aprendemos como colocá-los no tecido, como encontrar o sentido do fio, cortar e finalmente costurar. Como era um treino, as costuras foram feitas a mão e consegui absorver todas as dicas que vou levar pra vida e logo começar a executar as minhas próprias modelagens, sempre me preocupando com o bom acabamento, como nossas avós faziam...

foto: Lina Molina

Já estou com saudades! Valeu Nancy por todo carinho e dedicação em nos passar tudo de uma forma clara e o principal, sem "esconder o jogo", contanto tudo o que sabia! Obrigada mesmo. A Lina por ter aberto seu espaço, com tanto carinho! Com certeza voltarei. E aos meus colegas de curso, por termos trocados nossas experiências, dúvidas, truques; isso enriqueceu demais as aulas, super obrigada mesmo!


pausa para o lanchinho.
minha saia finalizada
                                                                                     

Aproveito que hoje é o dia da costureira para parabenizar a todas (avós, mães, tias, amigas) que sempre transformam um pedaço de tecido em peças lindas e principalmente cheias de amor! Me incluo neste grupo singelo, apesar de costurar a pouco mais de 3 anos, acredito que foi isso que me motivou e ainda me motiva a seguir em frente!




    foto: Lina Molina




























Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Presépio de Crochê

Faz alguns anos que desejo fazer um presépio de crochê para mim, e sempre penso que vou começar em janeiro, para que no final do ano ele esteja pronto. Acontece que janeiro é sempre mais agitado, depois vem carnaval e quando você percebe já acabou o ano. Meu presépio montado, estou bem feliz com o resultado. Não imaginei como esse projeto traria tanta alegria para minha casa. E neste 2019 não foi diferente, ou melhor, foi. Janeiro passou, chegou o meio do ano e nada de presépio. Mas um dia, no final de setembro decidi começar a crochetar o meu. Bastou dar os primeiros pontos para que eu tivesse disposição e assim foi. Antes mesmo de novembro terminar eu já estava com oito personagens prontos, que ao meu ver são os essenciais.             Alguns registros que fiz na execução dos três reis magos. Ontem, primeiro de dezembro montei meu presépio de crochê, usei uma base de mdf pintada (feita por mim que vai entrar na loja) para o fundo, e ficou lindo! Não imaginei como e

Presente de Aniversário - Aula Com a Lugastal

Segunda foi meu aniversário, e não consegui preparar nenhum post com antecedência - aliás isso está virando uma constante na minha vida de aspirante a blogueira. E não é porque não estou produzindo nada para compartilhar, muito pelo contrário estou numa fase super produtiva, mas não estou conseguindo me organizar para preparar os posts, aliás é preciso fotografar, passar as fotos para o computador, tratar as fotos, digitar o texto, é um trabalhinho considerável, que eu adoro, só não estou dando tanta prioridade neste momento. Um mar de Lindas! E só a minha de calça e blusa!  Algumas fotos são minhas, outras da Lu e das meninas Mas vamos o melhor dessa semana, rever minha querida amiga Lu Gastal. Quem está aqui há mais tempo sabe como eu e a Lu somos parceiras. Nos conhecemos num Patch Encontro promovido por ela em 2014 e desde então foram tantos eventos, feiras, aulas, passeios juntas. Quanta coisa boa tem acontecido comigo nos últimos tempos.              Quanto carinh

A Chita É Chique?

Para inaugurar essa nova etapa do blog, nada melhor que começar com um post bem colorido e cheio de histórias. Quem não conhece a chita, não é mesmo? Esse tecido mega colorido que era considerado de baixa qualidade, e agora começa a ganhar novos ares e novos lares também. Digo era, porque numa pesquisa rápida, descobri que tem estilista produzindo peças incríveis com ela, vem comigo. Quem me conhece um pouco mais sabe que adoro livros, e sempre dou uma olhadinha nas livrarias para conhecer as novidades. Numa destas, encontrei esse daqui: Uma Festa de Cores Memórias de um Tecido Brasileiro, que logo me chamou a atenção pelas cores. Ele conta a trajetória da chita no Brasil e como aqui se fez presente em muitos lares brasileiros. Os desenhos (ou melhor, colagens) são de Anna Gobel, com textos de Ronaldo Fraga. Não tive dúvida, comprei na hora! "Estampas falam, cores suspiram...mas só a chita canta e dança." Algumas páginas do livro, as imagens foram feitas com pedaç